Petrobras comprova alta produtividade em Tupi

SÃO PAULO, 23 de março de 2010 - A Petrobras (PETR4) informou que os testes de formação no poço 3-RJS-662A (3-BRSA-755A-RJS), localizado na Área de Avaliação de Tupi, em águas ultra-profundas da Bacia de Santos, foram concluídos, constatando uma altíssima produtividade dos reservatórios carbonáticos do pré-sal nesta área.

Nos testes de formação realizados foram medidas vazões da ordem de 5 mil barris por dia de óleo leve (cerca de 28 oAPI), limitada a capacidade dos equipamentos de teste. O potencial de produção deste poço foi estimado em cerca de 30.000 barris de óleo por dia, comprovando a alta capacidade de produção de petróleo leve na área de Tupi já anteriormente constatada por outros poços testados na área.

O poço testado, que corresponde ao quarto poço perfurado em Tupi e cuja perfuração terminou em novembro de 2009, localiza-se em área de avaliação no bloco BM-S-11, em lâmina d'água de 2.115 metros, a cerca de 265 km da costa do Estado do Rio de Janeiro (figura abaixo) e 18km a nordeste do poço descobridor 1-RJS-628A (1-BRSA-369A), conhecido como Tupi.

O Consórcio, formado pela Petrobras (65% - Operadora), BG Group (25%) e Galp (10%), dará continuidade às atividades e investimentos necessários para a avaliação das jazidas em Tupi, com a perfuração de novos poços até a Declaração de Comercialidade, prevista para dezembro de 2010.

(Redação - Agência IN)