Metro-Goldwyn-Mayer estuda várias ofertas de compra

SÃO PAULO, 23 de março de 2010 - Os estúdios Metro-Goldwyn-Mayer, que atravessam muitas dificuldades financeiras, anunciaram nesta terça-feira ter recebido várias propostas financeiras, inclusive de compra, que estão sendo examinadas, segundo um comunicado.

Durante este prazo de avaliação, o estúdios têm a intenção de negociar com seus credores para adiar os prazos de pagamentos de 31 de março e 8 de abril, o que constitui um novo adiamento do pagamento de US$ 3,7 bilhões que deve.

A MGM não revelou o nome dos interessados. Entre as opções, avalia a possibilidade de continuar funcionando como uma entidade independente e a possibilidade de vender suas atividades.

O jornal The New York Times afirma que nenhuma das ofertas feita supera os US$ 1,5 bilhão, quando a MGM esperava US$ 2 bilhões. Esta situação poderá conduzir a empresa à falência e posteriormente ser recuperada pelos credores.

A MGM afirma ter o maior catálogo de filmes do mundo, com 4 mil títulos, incluindo a série "James Bond", "Pantera Cor de Rosa" e "Rocky".

(Redação com agências internacionais - Agência IN)