Inadimplência do consumidor cai ao menor nível desde 2008

Portal Terra

DA REDAÇÃO - A inadimplência da pessoa física recuou para 7,2% do total dos contratos de crédito em fevereiro, ante os 7,66% apurados no mês anterior, informou nesta terça-feira o Banco Central (BC). Com isso as operações do consumidor com atraso superior a 90 dias - em relação ao total - atingiu o menor percentual desde junho de 2008, quando estava em 7,02%.

Segundo a autoridade monetária, todas as modalidades da pessoa física tiveram queda no mês passado, com destaque para o cheque especial (11,7% em janeiro para 10,3% em fevereiro). Crédito pessoal (5% para 4,7%), aquisição de veículos (4,3% para 4,2%) e aquisição de outros bens (10,9% para 10,5%) completaram o quadro generalizado de redução do indicador.

O percentual de operações vencidas de 15 a 90 dias, no entanto, permaneceu estável na passagem de janeiro para fevereiro, em 5,7% do total. Neste segmento, houve alta em três modalidades, com destaque para aquisição de outros bens, que passou de 6,6% para 7,2%. Outras altas ocorreram em crédito pessoal (3,7% para 3,8%) e cheque especial (4,1% para 4,4%). Já a redução ocorreu em aquisição de veículos (7,4% para 7%).