Boletim Focus e IGP-M pautam negócios nesta segunda-feira

SÃO PAULO, 22 de março de 2010 - Dados do boletim Focus revelando piora nas expectativas de inflação para este ano e resultado do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) pautam os negócios nesta segunda-feira. Na BM&FBovespa, as projeções de juros embutidas nos contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) operam sem direção única. Há pouco, contrato de DI com vencimento em janeiro de 2011 projetava juro de 10,32%, mesmo do ajuste anterior.

De acordo com o boletim Focus divulgado nesta manhã pelo Banco Central (BC), a estimativa de inflação (IPCA) para 2010 teve leve alta, ao passar de 5,03%, para 5,10%, assim como para 2011, com a taxa atingindo 4,70%. Nos dois casos, as perspectivas se distanciam do centro da meta de inflação estipulada pelo governo, de 4,5%.

Ainda segundo o documento, os analistas mantiveram, pela nona semana consecutiva, as apostas para a taxa básica de juros (Selic) deste ano em 11,25%. Para o próximo ano, a expectativa caiu para 11,10%

Já Fundação Getúlio Vargas (FGV) informou que o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) registrou variação de 0,91% resultado abaixo da mediana das expectativas.

Os agentes aguardam a divulgação da Ata da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) que será divulgada na quinta-feira. Na semana passada o colegiado do BC manteve os juros estáveis, porém a decisão não foi unânime, - placar de 5X3 - com três membros votando por um aumento de 0,50 ponto percentual. Segundo a economista da ICap Brasil, Inês Filipa, partindo somente do comunicado pós-reunião, o cenário estimado passa a ser de alta da taxa Selic na reunião de abril entre 0,50 e 0,75 ponto.

(Maria de Lourdes Chagas - Agência IN)