Cesta de Compras chega a R$ 405,52 na 2ª semana de março

SÃO PAULO, 19 de março de 2010 - A Cesta de Compras da cidade do Rio de Janeiro - que equivale ao consumo médio de todas as famílias residentes no município - apresentou alta de 0,76% na segunda semana de março em relação à anterior, passando de R$ 402,45 para R$ 405,52 segundo pesquisa da Federação do Comércio do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ).

Esta é a quinta alta seguida e o indicador registrou o maior valor de toda a série histórica. Na primeira semana do mês havia sido registrado um aumento de 0,71%.

O avanço no custo da Cesta no período compreendido entre 06 e 15 de março foi sentido tanto pelas famílias que recebem até 8 salários mínimos, com reajuste de 0,81%, quanto por aquelas que têm rendimento acima dessa faixa, que perceberam uma alta de 0,73%.

O tomate foi o item que ficou mais caro no período (19,20%), assim como a batata (4,90%) e a laranja pêra (4,60%). Em contrapartida, os itens que ficaram mais em conta foram: a maçã (-2,90%), a carne bovina de primeira (-2,32%) e o sabonete (-1,40%).

Na análise mensal, período compreendido entre 12 de fevereiro e 15 de março, o custo da Cesta de Compras subiu 2,76%. No acumulado do ano, a Cesta registrou alta de 3,67%. Nos últimos 12 meses apurou-se um aumento de 3,21%.

A pesquisa Cesta de Compras da Cidade do Rio de Janeiro reflete as variações de 6.680 preços, referentes a 39 itens (32 de alimentação, 4 de higiene e 3 de limpeza), de maior peso no orçamento, consumidos por famílias de dez diferentes faixas de renda.

(Redação - Agência IN)