Socopa opta por carteira agressiva na 1ª semana de março

SÃO PAULO, 2 de março de 2010 - A Socopa Corretora Paulista optou por uma postura mais agressiva na primeira semana do mês e promoveu ajustes na carteira recomendada. Para o período, foram substituídos os papéis da Dufry (DUFB11) e Cremer (CREM3) pelas ações da Gerdau (GGBR4) e Fosfertil (FFTL4). Além disso, a corretora alterou os pesos das demais ações para refletir as mudanças feitas na carteira Top Pick, onde as ações da Copel (CPLE6) e Bradesco (BBDC4) deram lugar para CSN (CSNA3) e Duratex (DTEX3).

Na carteira são 11 indicações, são elas: Vale, Lojas Americanas, Duratex, CNS, Tam, Gerdau, Copel, Bradesco, Fosfertil, Petrobras e Randon distribuídas da seguinte forma: 29,5% em siderurgia e mineração, 18,5% em outros, 10,4% no setor de consumo, 9,5% em aviação, 8,3% em energia, 8,2% em bancos, 7,8% em petróleo e gás e 7,7% em bens de capital e auto peças.

Nos próximos dias, a agenda econômica é intensa, com destaque para divulgações nos Estados Unidos, entre eles Livro Bege, ISM do setor de serviços e payroll. Nesta semana, a sinalização de que a França e a Alemanha estariam para anunciar um plano de ajuda a Grécia deve acalmar o mercado.

Em fevereiro, o portifólio se valorizou 0,44%, menos do que o referencial Ibovespa (1,68%). No entanto, em janeiro, enquanto a carteira perdeu 4,14%, o Ibovespa teve queda de 4,65%.

(Simone e Silva Bernardino - Agência IN)