Gerdau paralisa operações nas unidades do Chile

SÃO PAULO, 1 de março de 2010 - A Gerdau informou nesta segunda-feira que, até o momento, não houve registros de feridos entre os colaboradores de suas unidades no Chile, em razão do terremoto ocorrido na madrugada de sábado (27).

As principais plantas industriais da empresa no país, localizadas em Colina e Renca (região de Santiago), estavam operando quando ocorreu o abalo sísmico e todos os colaboradores foram retirados dos respectivos locais, com toda segurança.

A companhia informou que já estão em curso as perícias para avaliação técnica de possíveis danos na estrutura dos prédios e equipamentos para melhor definir quando será possível a retomada das operações.

(Redação - Agência IN)