Bolsas da Europa terminam em alta com dados positivos

SÃO PAULO, 26 de fevereiro de 2010 - Os principais índices acionários europeus fecharam a sessão desta sexta-feira em terreno positivo. Os investidores digeriram dados econômicos que vieram acima do esperado por analistas, além de balanços trimestrais. As ações das mineradoras também influenciaram o comportamento.

Com isso, ao final dos negócios, o índice FTSE-100, de Londres, subiu 1,16%, aos 5.339 pontos. O DAX, de Frankfurt, valorizou 1,02%, aos 5.588 pontos e o CAC-40, de Paris, fechou em alta de 1,87%, aos 3.708 pontos.

Os agentes financeiros reagiram positivamente ao desempenho da economia do Reino Unido. O Produto Interno Bruto (PIB) na região apresentou crescimento de 0,3% (dado revisado) no quarto trimestre do ano passado, na comparação com o trimestre anterior. Já na comparação com o mesmo trimestre de 2008, o PIB teve retração de 3,3%.

Ainda no Reino Unido, o mercado recebeu que a atividade do setor de serviços subiu 0,6% em dezembro de 2009, contra novembro. Já o preço médio dos imóveis decresceu 1% em fevereiro deste ano, na comparação com o mês anterior, para 161.320 libras esterlinas. E a confiança do consumidor do Reino Unido avançou três pontos em fevereiro deste ano, frente ao mês anterior.

Do lado das empresas, o banco britânico Lloyds Banking Group anunciou hoje prejuízo líquido (após taxas) de 6,3 bilhões de libras esterlinas (cerca de US$ 9,5 bilhões) em 2009.

Enquanto isso, a Telefónica informou que apurou lucro líquido de ? 7,776 bilhões (US$ 10,61 bilhões) em 2009, avanço de 2,4% com relação ao ano anterior. E o lucro líquido da indústria do setor químico Bayer totalizou ?153 milhões no quarto trimestre do ano passado.

(Redação - Agência IN)