IPCA-15 acelera para 0,94% em fevereiro

SÃO PAULO, 23 de fevereiro de 2010 - O Índice de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) acelerou para 0,94% em fevereiro deste ano, ante taxa de 0,52% apurada no mês anterior, de acordo com informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Nos últimos 12 meses, o índice situou-se em 4,63%, ficando acima do período imediatamente anterior (4,31%). Em fevereiro de 2009, a taxa havia ficado em 0,63%.

Segundo relatório, o grupo educação, com crescimento de 4,55%, registrou a maior variação e contribuição no indicador. O dado reflete os reajustes verificados no início do ano letivo, com destaque para os aumentos nas mensalidades dos cursos de ensino formal (+5,38%).

O IBGE ressaltou ainda que a aceleração do IPCA-15 também pode ser explicada pela alta nos preços de alimentos e reajuste nas tarifas dos ônibus.

Os alimentos tiveram alta de 0,98% em fevereiro, contra 0,81% no mês anterior. Na média das regiões pesquisadas Belém ficou com o maior resultado (1,75%). Dentre os produtos que ficaram mais caros vale mencionar açúcares cristal (12,13%) e refinado (9,94%), além das hortaliças (9,52%), arroz (5,22%) e frutas (2,85%).

As tarifas dos ônibus urbanos (3,84%) refletiram os reajustes ocorridos no Rio de Janeiro (0,91%), Porto Alegre (0,87%), São Paulo (11,11%), Belém (2,35%) e Salvador (4,54%).

Na direção contrária, os artigos de vestuário mostraram recuo de 0,20% em fevereiro, devido ao período de liquidação no mercado. Já o grupo dos não alimentícios teve alta de 0,93%, ficando maior do que a de janeiro (0,44%).

(Redação - Agência IN)