Diretor da Toyota depõe no Congresso

SÃO PAULO, 23 de fevereiro de 2010 - O Congresso iniciou nesta terça-feira as audiências sobre o massivo recall de veículos da montadora Toyota, com uma primeira sessão do Comitê de Energia e Comércio da Câmara dos Representantes, perante a qual devem depor o secretário americano dos Transportes, Ray LaHood e o diretor de operações da companhia japonesa no país, Jim Lentz.

Ao abrir a sessão, o democrata Bart Stupak (Michigan), que coordena as investigações do comitê, expressou suas dúvidas em relação à confiabilidade dos sistemas eletrônicos dos automóveis Toyota, que poderiam ter causado os problemas de aceleração súbita constatados.

Além disso, Stupak questionou o controle da agência de segurança nos transportes americana (NHTSA) sobre o caso, indagando se o órgão não teria sido "condescendente demais com o setor" automotivo.

O congressista também acusou a Toyota de ter "enganado os consumidores americanos" em suas declarações sobre os problemas de aceleração súbita, e de ter se baseado em informações incorretas para descartar a possibilidade de defeitos nos sistemas eletrônicos dos carros como possível causa do problema no pedal de aceleração.

(Redação com agências internacionais - Agência IN)