Títulos do Selic podem ser usados como garantia na Cetip

SÃO PAULO, 22 de fevereiro de 2010 - As instituições financeiras podem registrar operações na Cetip, oferecendo como garantia títulos públicos custodiados na Serviço Especial de Liquidação e Custódia do Banco Central (Selic). O sistema, inédito no mercado brasileiro, tem como principal objetivo mitigar o risco das operações e estimular o mercado de derivativos e de títulos privados de renda fixa.

Inicialmente, este serviço está disponível para os contratos de Swap e as emissões de Certificado de Depósito Bancário (CDB) e Depósito Interfinanceiro (DI), que já admitiam como garantia ativos custodiados na Cetip, como Cédula de Crédito Bancário (CCB), Debêntures, CDB, Créditos Securitizados de emissão do Tesouro Nacional e Título da Dívida Agrária (TDA)

As operações com garantia na Cetip são realizadas utilizando o modelo de Cessão Fiduciária, em que os ativos dados em garantia podem ser vendidos, caso haja inadimplência do ativo ou contrato objeto de garantia.

A utilização de ativos do Selic como garantia para as operações registradas na Cetip é mais um passo para o projeto de Gestão de Colateral, em desenvolvimento desde o final do ano passado. Em uma próxima fase, a Cetip passará a calcular o Marcação a Mercado (MtM) das posições de derivativos e ativos, aceitos em garantia, e das exposições de risco, por meio do sistema fornecido pela empresa canadense Algorithmics, que pertence ao Fitch Group.

(Redação - Agência IN)