René Preval pede por grande coalizão para socorrer o Haiti

SÃO PAULO, 22 de fevereiro de 2010 - O presidente do Haiti, René Preval, implorou neste domingo pela formação de uma grande coalizão internacional para socorrer um milhão de haitianos que vivem nas ruas, num pronunciamento anterior à cúpula de países latino-americanos e caribenhos, no México. O encontro tem como eixo a solidariedade para com as vítimas do terremoto.

"Estou pedindo (...) Por favor, ajudem os haitianos que estão dormindo nas ruas", pediu Preval aos 15 países da Caricom (Comunidade do Caribe) e ao presidente mexicano, Felipe Calderón.

Preval explicou que as primeiras chuvas "estão tornando impossível uma vida humana digna" para os que perderam suas casas "de repente, nos 35 segundos" que duraram o terremoto devastador de 12 de janeiro, que pode ter feito 300 mil mortos.

Um dia antes da XXI Cúpula do Grupo do Rio, o presidente haitiano agradeceu à comunidade internacional a ajuda enviada a seu país.

Apesar de ter solicitado a intensificação da ação, Preval assinalou que o verdadeiro desenvolvimento do Haiti deve basear-se em "investimentos voltados para uma ação sustentável e duradoura. "Não se trata de reconstruir mas de recriar meu país, um país mais justo", declarou.

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) calculou que a fatura com a reparação dos danos do terremoto poderá ascender a US$ 14 bilhões.

(Redação com agências internacionais - Agência IN)