Dólar cai em meio à melhora externa

SÃO PAULO, 22 de fevereiro de 2010 - A expectativa de que o presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), Ben Bernanke, confirme no Congresso que os juros dos fed funds ficarão baixos por tempo ainda longo, eleva a confiança do mercado e mantém o apetite dos investidores por risco. Há pouco, o dólar cedia 0,17%, vendido a R$ 1,802. Nos mercados futuros de Wall Street, os índices sinalizam para uma abertura positiva das bolsas.

Segundo analistas, no entanto, a forte agenda econômica durante a semana pode trazer certa cautela aos investidores. Além da fala do presidente do Fed no Congresso sobre o encontro semestral sobre política monetária, destaque para a provável apresentação de um projeto para reformar as normas financeiras nos EUA. A primeira revisão do PIB norte-americano referente ao quarto trimestre de 2009 e balanços de empresas do setor varejista também dominam a atenção do mercado.

Por aqui, as atenções recaem sobre o saldo nas transações correntes (terça-feira) e a entrada de recursos para Investimentos Estrangeiros Diretos (IED) de janeiro.

(Simone e Silva Bernardino - Agência IN)