No varejo, sortimento de ovos de Páscoa atrai consumidores

Carolina Eloy, Jornal do Brasil

RIO DE JANEIRO - O Grupo Pão de Açúcar aposta em inovação, sortimento de produtos, melhoria dos processos e desenvolvimento de fornecedores para as vendas de marcas exclusivas de chocolates. A expectativa é de vender 15% a mais em volume de ovos industrializados, e 30% a mais de marcas exclusivas , calcula Jorge Faiçal Filho, diretor comercial do Grupo Pão de Açúcar.

Com os lançamentos programados para o período, aliados a um forte trabalho nos pontos de venda, a Nestlé espera apresentar um crescimento em linha com o mercado, em torno de 40%.

Especialista em comportamento de compra, Simone Terra explica que, além dos ovos, a Páscoa contribui para alavancar as vendas de outros produtos de chocolate. De acordo com ela, a compra de outros itens é crescente e significativa para o mercado.

A Páscoa é um momento importante para a indústria de chocolate no Brasil, mas o principal volume de vendas da Mars vem da linha regular, afirma Gerson Francisco, diretor de Negócios de Chocolate da Mars Brasil. A empresa registra historicamente crescimento de produção no período da Páscoa por volta de 30%. O foco da companhia é oferecer várias opções divertidas e diferenciadas.

O consumidor não se prende mais em comprar somente ovos de Páscoa. Nossas estimativas internas indicam que mais de 40% dos domicílios compram outros produtos que não são os ovos relata Francisco.