Ibovespa acompanha Wall Street e sobe 0,73%

SÃO PAULO, 19 de janeiro de 2010 - O principal índice acionário da BM&FBovespa conseguiu se firmar em terreno positivo, após abertura em baixa, acompanhando o bom humor de Wall Street. Ontem, os mercados norte-americanos permaneceram fechados por conta do feriado, o que estimulou o movimento comprador nesta terça-feira. Ao término do pregão, o Ibovespa marcou valorização de 0,73%, aos 69.908 pontos. O giro financeiro ficou em R$ 5,59 bilhões.

"O dia começou negativo com as notícias provenientes da Ásia e Europa, mas a abertura das bolsas nos Estados Unidos ajudou a recuperação", afirmou Eduardo Oliveira, operador da Um Investimentos.

Na Ásia, os investidores acompanharam que a Japan Airlines (JAL) declarou falência em um tribunal de Tóquio, de acordo com a lei local de Reabilitação Corporativa. Do lado europeu, o indicador ZEW do Sentimento Econômico na Alemanha recuou 3,2 pontos em janeiro deste ano, para 47,2 pontos, ante o mês anterior. "Esses fatores acabaram pesando sobre os negócios", disse Oliveira.

Por sua vez, "o balanço do Citigroup veio em linha com o esperado, não trouxe surpresas negativas como ocorreu com o JP Morgan na última sexta-feira. E isso deu fôlego às bolsas", avaliou o operador da Um Investimentos.

O Citigroup anunciou prejuízo líquido de US$ 7,57 bilhões (US$ 0,33 por ação) no quarto trimestre de 2009, ante uma perda de US$ 17,26 bilhões (US$ 3,40 por ação) observada no mesmo período do ano anterior. Ainda hoje, é aguardo o resultado da IBM.

Por aqui, o comportamento das commodities metálicas ajudaram a sustentar o Índice Bovespa no azul. As ações preferenciais da Vale subiram 1,17%, para R$ 47,25. No mesmo sentido, as ordinárias da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) (+1,07%) e as preferenciais da Metalúrgica Gerdau (+0,46%) e da Usiminas (+1%) fecharam valorizadas.

Na ponta oposta, as ações preferenciais da Petrobras caíram 0,46%, negociadas a R$ 36,38, limitando o ganho da bolsa brasileira.

Mais uma vez, o setor de telecomunicações foi marcado pelo desempenho negativo dos papéis. As ações preferenciais da Telemar (Oi) e as da Brasil Telecom ficaram no destaque de baixa do Ibovespa, com recuo de 2,98% e 2,07%, respectivamente. O movimento ocorre após notícia de que o processo de incorporação de ações da Brasil Telecom (BrT) pela Oi foi interrompido, uma vez que a relação de substituição proposta não considerava os efeitos do ajuste contábil. Também apresentaram decréscimo os papéis preferenciais da TIM (-2,84%).

(Micheli Rueda - Agência IN)