Governo venezuelano intervém em três bancos privados

SÃO PAULO, 19 de janeiro de 2010 - O governo da Venezuela ordenou a intervenção em três pequenos bancos privados e a liquidação de outras duas instituições financeiras que haviam sofrido intervenção em dezembro de 2009, informou o organismo regulador em um comunicado emitido na noite de segunda-feira.

A intervenção é efetuada a "portas fechadas", o que significa que os bancos amanhecerão fechados e seus clientes não poderão ter acesso a seus depósitos imediatamente.

"Com o objetivo de garantir o saneamento do sistema bancário e financeiro nacional, o Conselho Superior (...) decidiu proceder a intervenção nas três seguintes instituições: InverUnion Banco Comercial; Banco Del Sol, Banco de Desenvolvimento; e Mi Casa, Instituição de Poupança e Empréstimo", indicou a Superintendência de Bancos (Sudeban) no texto.

Segundo o texto, as três instituições financeiras enfrentavam "problemas administrativos e gerenciais graves, que geraram uma situação de liquidez que não permite que cumpram suas obrigações a curto prazo".

A Sudeban também ordenou a liquidação do Baninvest Banco de Investimento, e do Banco Real Banco de Desenvolvimento, "em virtude da inviabilidade operacional" dessas instituições, que tinham sofrido intervenção em dezembro.

(Redação com agências internacionais - Agência IN)