BM&FBovespa lança contrato a termo de taxa de Câmbio

SÃO PAULO, 18 de janeiro de 2010 - A BM&FBovespa passou a autorizar a partir de hoje o registro, em seu Mercado de Balcão, de contratos a termo (non-deliverable Forward - NDF) de dólar, euro, iene e cross-rate.

Inicialmente, as operações poderão ser registradas somente com taxas de câmbio apuradas e divulgadas pelo Banco Central (BC) do Brasil. A partir de 01 de março, também estará autorizado o registro com câmbio apurado pelo European Central Bank, cotação de paridade de dólares dos Estados Unidos (EUA) por euro; WMReuters, Fixing de dólares dos EUA por euro; Bank of Japan, cotação de paridade de ienes por dólares dos EUA; e WMReuters, Fixing de ienes por dólar dos EUA.

As datas de vencimento, a cotação, bem como o tamanho dos contratos, serão livremente pactuados entre as partes, sempre sujeitas aos limites estabelecidos pela BM&FBovespa. O contrato será negociado em moeda estrangeira, quando a taxa de câmbio objeto de negociação selecionada pelas partes for a taxa de câmbio de reais por moeda estrangeira; e será negociado em dólares dos EUA, quando a taxa de câmbio objeto de negociação selecionada pelas partes for a taxa de câmbio de moeda estrangeira por dólar dos EUA, ou de dólares dos EUA por moeda estrangeira.

Os contratos poderão ser realizados com ou sem garantia da BM&FBovespa. No primeiro caso, a Bolsa exigirá margem de garantia de todos os comitentes com posição em aberto, cujo valor será atualizado diariamente pela BM&FBovespa, de acordo com os critérios de apuração de margem de garantia para o Contrato a Termo de Taxa de Câmbio. Para os contratos sem garantia, a responsabilidade da BM&FBovespa será restrita ao registro das operações, ao controle escritural das posições e à informação dos valores de liquidação financeira.

Os contratos a termo de balcão permitem que investidores façam o hedge das moedas negociadas eliminando risco de oscilação destas. A principal diferença entre os mercados a termo e os mercados futuros é que o primeiro não tem o ajuste diário, com a liquidação ocorrendo no vencimento do contrato.

(Redação - Agência IN)