DIs fecham a semana devolvendo prêmios

SÃO PAULO, 15 de janeiro de 2010 - A semana chega ao fim com as projeções de juros embutidas nos contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) devolvendo parte dos prêmios acumulados nos últimos dias. Na BM&FBovespa, o DI para janeiro de 2011, o mais líquido, projetou taxa anual de 10,26%, ante 10,32% do ajuste.

Segundo especialistas, o movimento dos juros reflete ajustes de posições em meio às perspectivas de forte expansão da economia brasileira. "O mercado tem precificado um forte crescimento econômico do País em 2010, com repasse nas taxas futuras", avalia um operador. No último boletim Focus, os analistas mantiveram as apostas de expansão do Produto Interno Bruto (PIB) em 5% ao fim deste ano.

Dados benignos de inflação ajudam a reforçar o cenário de que os juros devem voltar a subir somente nos próximos meses. O Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10) registrou alta de 0,20% em janeiro, ante deflação de 0,07% no mês anterior. O resultado veio acima da mediana das expectativas (0,14%), com destaque para o fim da deflação observada no IPA, apesar dos preços dos produtos agropecuários ainda registrarem queda. No varejo, o IPC mostrou aceleração puxada pelos alimentos e transporte.

Para a economista da ICAP Brasil, Inês Filipa, o Banco Central deve começar a promover aumento dos juros à partir da reunião de julho, fechando o ano com taxa de 10% - uma alta de 1,25 ponto percentual.

(Simone e Silva Bernardino - Agência IN)