Trabalho escravo faz empréstimo ser suspenso à Cosan

JB Online

RIO - Com a inclusão da Cosan na lista de companhias que praticam trabalho escravo, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) suspendeu temporariamente nesta quinta-feira, as operações com o grupo.

Segundo informações divulgadas pelo banco, novos contratos dependem da exclusão da companhia do cadastro.

O grupo Cosan é líder do setor no país. A inclusão foi feita no fim do ano passado, quando a empresa foi flagrada pelo Ministério do Trabalho em 2007, em uma fazenda no interior de São Paulo.

Segundo a Cosan, seus funcionários - cerca de 40 mil - são contratados pelo regime CLT. De acordo com informações fornecidas pela companhia, não houve oportunidade de defesa no processo de inclusão na lista e que providências serão tomadas para que o nome da empresa seja retirado do cadastro .