Banco do Brasil quer ampliar crédito imobiliário

SÃO PAULO, 28 de dezembro de 2009 - O Banco do Brasil (BB) está empenhado em intensificar sua atuação no crédito imobiliário. Em reunião no Secovi-SP (17/12), os vice-presidentes do Banco do Brasil, Paulo Rogério Caffarelli (Negócios de Varejo) e Allan Simões Toledo (Negócios Internacionais) - acompanhados de vários diretores da instituição -, apresentaram planos, produtos, serviços e estrutura para compradores e empresas do mercado imobiliário.

Para Allan Toledo, a decisão de entrar no crédito imobiliário foi técnica. "Analisamos o cenário e vimos que não poderíamos ficar fora dessa área. Temos interesse em ampliar o relacionamento com as empresas e estamos estruturados para atender o setor, com agilidade e conhecimento. O que buscamos é uma parceria com o mercado, um relacionamento de longo prazo".

De acordo com Paulo Caffarelli - que falou em nome do presidente do BB, Aldemir Bendini -, a meta é incrementar as operações a pessoas físicas e jurídicas. "Estamos prontos para receber propostas enquadradas no Programa Minha Casa, Minha Vida - já temos alguns projetos assinados".

Segundo o presidente do Secovi-SP, João Crestana, a presença da equipe do BB na entidade mostra a vontade do banco de quebrar paradigmas e trazer novos parâmetros de concorrência. "O Banco do Brasil cada vez mais se dedica ao nosso setor, conferindo prioridade ao crédito imobiliário".

Por sugestão do vice-presidente de Programas Habitacionais do Sindicato, Flávio Prando, foi aprovada a instituição de um grupo de trabalho conjunto com o BB para conhecer normativas e propor aperfeiçoamentos. "Vamos começar a trabalhar no início de janeiro", garantiu.

(Redação - Agência IN)