Valor das exportações de carne bovina deve cair 23% em 2009

SÃO PAULO, 22 de dezembro de 2009 - O valor das exportações de carne bovina deve cair 22,7% neste ano, segundo cálculos da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec). No acumulado de janeiro a novembro, o setor exportou US$ 3,7 bilhões, 25% menos que os R$ 5 bilhões alcançados no mesmo período de 2008.

Esse percentual deve diminuir um pouco com a estimativa de que dezembro de 2009 seja melhor do que o do ano anterior. De acordo com o presidente da Abiec, Roberto Gianetti, o setor teve um ano difícil. O preço da tonelada caiu, chegando à média de US$ 3 mil no início deste ano, quando nos melhores meses de 2008 valia mais de US$ 4 mil.

Segundo Gianetti, o cenário melhorou nos últimos meses. "Nós estamos conseguindo voltar próximo aos níveis pré-crise", disse. Com a tendência de alta, a expectativa da Abiec é de que em 2010 o valor exportado cresça de 10% a 20%. "Recuperando o preço e recuperando o volume, os frigoríficos voltam a ter uma excelente rentabilidade, capacidade de crescimento e continuam o trabalho de tornar o Brasil o maior exportador mundial de carne".

Com as dificuldades econômicas da Rússia, maior comprador de carne brasileira, espera-se aumento nas vendas para o Chile, a União Europeia e países do Norte da África, como o Egito. As informações são da Agência Brasil.

(Redação - Agência IN)