Toyota negocia cortes de até 30% nos custos de produção

SÃO PAULO, 22 de dezembro de 2009 - A montadora japonesa Toyota reuniu-se com fornecedores na última segunda-feira, dia 21, para pedir a colaboração de todos para atingir a meta de redução de 30% dos custos com peças, ferramentas e maquinários pelos próximos 3 anos.

Mesmo após ter se tornado em abril a maior montadora do planeta, ultrapassando a clássica General Motors (GM), a empresa busca condições para reduzir ao máximo todas as suas despesas em produção, segundo informou nesta terça-feira o jornal The Wall Street Journal.

Também de acordo com a publicação, a empresa não tem um plano estratégico oficial para contenção de gastos, no entanto busca aumentar o gap entre o montante que arrecada e os valores gastos no processo produtivo. A iniciativa ocorre depois que a empresa divulgou que espera um prejuízo de US$ 2,2 bilhões para o próximo ano fiscal.

(Redação - Agência IN)