Dólar aponta leve alta em manhã de poucos negócios

SÃO PAULO, 22 de dezembro de 2009 - O mercado doméstico de câmbio deve ficar "de lado" nessas duas semanas finais do ano e a liquidez deve ficar bastante reduzida, o que deve favorecer a volatilidade. Há pouco, a moeda norte-americana era cotada a R$ 1,783 para compra e R$ 1,785 para venda, com leve alta de 0,06%. Nesta manhã, o Banco Central (BC) realizou o leilão de compra de dólares no mercado à vista. A autoridade monetária adquiriu divisas a uma taxa de corte de R$ 1,7820. A liquidação financeira acontecerá na quinta-feira, dia 24.

Apesar divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre, que foi novamente revisado para baixo, de 2,8% para 2,2%, os agentes seguem mantendo o otimismo no mercado externo. Analistas esperavam que o dado anterior não fosse revisado.

Por aqui, as atenções estiveram voltadas para o Relatório Trimestral de Inflação relativo a dezembro, divulgado pelo Banco Central (BC). Segundo o documento, a inflação no mercado doméstico medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deverá ficar em 4,3% em 2009, enquanto que para 2010 e 2011 deverá se situar em 4,6%, ficando um pouco acima da meta estipulada pelo governo. Já a estimativa para o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2009 foi reduzida de 0,8% para 0,2%.

(Maria de Lourdes Chagas - Agência IN)