Bolsas da Europa têm novo desempenho positivo

SÃO PAULO, 22 de dezembro de 2009 - Em meio a proximidade das festas de final de ano, os principais índices acionários da Europa encerraram a terça-feira em alta, repercutindo dados positivos do setor imobiliário norte-americano. Além disso, a valorização das bolsas é estimulada pela expectativa de continuidade de ganhos em 2010.

O FTSE-100, de Londres, avançou 0,65%, aos 5.328 pontos; o DAX, de Frankfurt, subiu 0,26%, aos 5.945 pontos; e o CAC-40, de Paris, ganhou 0,68%, aos 3.898 pontos.

Nos Estados Unidos, as vendas de imóveis usados avançaram 7,4% em novembro de 2009, com ajustes sazonais, para uma taxa anualizada de 6,54 milhões de unidades. O número superou as estimativas dos analistas (+2,5%).

Já no velho continente, os investidores acompanharam que o Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido registrou contração de 0,2% no terceiro trimestre deste ano, na comparação com o período anterior, ante uma leitura de 0,3% na última apuração.

Segundo a Gradual Investimentos, a combalida economia inglesa começa a respirar com mais facilidade neste segundo semestre, diante do recuo menor que inicialmente previsto do PIB.

No entanto, o Reino Unido também reportou déficit em conta corrente de 4,7 bilhões de libras no terceiro trimestre deste ano, contra um número negativo revisado de 4,4 bilhões de libras observado no segundo trimestre.

Na Alemanha, a confiança do consumidor para o mês de janeiro de 2010 apresentou queda ante o mês anterior, se situando em 3,3 pontos. Em dezembro, o dado revisado foi de 3,6 pontos.

(MR - Agência IN)