Expectativa por novas medidas no câmbio limita dólar

SÃO PAULO, 24 de novembro de 2009 - A perspectiva de que o Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) poderá estender os estímulos à economia para além do primeiro trimestre de 2010 traz otimismo aos negócios. No entanto, a expectativa de novas medidas na área cambial limitam as oscilações do dólar. Há pouco, a moeda norte-americana perdia 0,12%, vendido a R$ 1,728.

A agenda lotada de indicadores, tanto no Brasil quanto no exterior, também tende a influenciar na disposição dos investidores em investir em ativos de risco nesta semana. Hoje, as atenções se voltam para a segunda prévia do Produto Interno Bruto (PIB) norte-americano. A expectativa é de que a economia mostre alta de 2,9% no terceiro trimestre, desempenho pior em relação aos 3,5% apurados na prévia anterior.

Como é feriado nesta quinta-feira nos Estados Unidos (Dia de Ação de Graças), as atenções da agenda econômica se concentram no começo da semana. Amanhã, o foco dos investidores deve ficar nos indicadores de pedidos de bens duráveis e nas vendas de casas novas.

Segundo analistas, a semana também é marcada por um evento crucial quanto à perspectivas para a maior economia mundial. Após o feriado de Ação de Graças, ocorre nos EUA a chamada "Black Friday", que marca o início da temporada das vendas de Natal. "O desempenho do varejo neste dia é considerado o principal termômetro de consumo no país", comenta um operador.

(Simone e Silva Bernardino - Agência IN)