Ferrari, Porsche e Maserati mostram modelos de luxo na China

Portal Terra

PORTAL TERRA - As vendas de veículos na China devem desacelerar no próximo ano, com a retirada de estímulos do governo, mas ainda devem subir pelo menos 10%, afirmaram nesta segunda-feira os maiores fabricante de veículos do mundo na abertura da 7ª China Auto Show, que conta com cerca de 700 carros, entre eles modelos luxuosos da Ferrari, Porsche, Maserati, Rolls-Royce e Bentley.

Neste ano, o gigante asiático ultrapassou os Estados Unidos em venda de carros, o que transformou a China em um dos mercado mais disputados do setor. As montadoras mostram no evento realizado em Guangzhou os modelos com que esperam ganhar os consumidores chineses nos próximos anos.

A General Motors (GM), que passa por dificuldades nos Estados Unidos e Europa, terá crescimento de quase 50% em 2009 e espera até 15% a mais em 2010. "Investimos cerca de US$ 1 bilhão por ano na China", afirmou o presidente da filial local, Kevin Wale.

A rival Toyota aproveitou para lançar o Lexus GX460 no salão chinês. A empresa japonesa estima crescimento de 17% no ano que vem, quando deve atingir 800 mil veículos vendidos no país.

A Nissan, que está construindo uma fábrica em Guangzhou, deve expandir as vendas de 500 mil para 600 mil carros em 2010, enquanto a maior preocupação é atender a demanda para não perder clientes para as outras montadoras.

Mercedes, BMW, Porsche, Ford, Volkswagen e Toyota, entre outras líderes mundiais, dividem espaço com as chinesas Chery, Lifan, Changfeng Motor. A Hyundai reservou a estréia do Elantra 2010 para a feira, enquanto a Renault mostra pela primeira vez o Laguna Coupe e Clio RS, que devem ser lançados no ano que vem. A Rolls-Royce apresenta o Ghost.