Economistas elevam previsão de expansão dos EUA em 2010

REUTERS

WASHINGTON - Um grupo de economistas de empresas dos Estados Unidos elevou suas previsões para o crescimento econômico do país no ano que vem, mas previu que o desemprego seguirá elevado, segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira.

A Associação Nacional de Economistas Empresariais estima que o Produto Interno Bruto (PIB) norte-americano crescerá 2,9%, acima da estimativa de outubro de 2,6%.

Para 2009, os economistas preveem uma contração de 2,4%, uma ligeira melhora ante o cenário de queda de 2,5% de outubro.

O desemprego deve manter-se em uma média de 10% do quarto trimestre deste ano até o segundo de 2010, para depois cair a 9,6% até o fim do ano que vem.

A pesquisa feita com 48 membros da associação foi conduzida entre 24 de outubro e 5 de novembro.