Caixa adere a projeto social para a infância

SÃO PAULO, 23 de novembro de 2009 - A Caixa Econômica Federal já está recebendo doações para a campanha Criança Esperança. A ajuda financeira deverá ser feita exclusivamente nas casas lotéricas e nos correspondentes Caixa Aqui. De acordo com o convênio firmado entre o banco e os organizadores da iniciativa, é possível doar no mínimo R$ 5 e no máximo R$ 1.000. Os valores poderão ser doados por tempo indeterminado.

Criado em 1986, o projeto já investiu mais de R$ 200 milhões em cerca de cinco mil projetos sociais, o que beneficiou mais de quatro milhões de crianças e adolescentes do Brasil. As ações financiadas pela campanha ajudaram a reduzir a mortalidade e o trabalho infantil, a combater a exploração sexual de meninos e meninas, além de auxiliar no processo de entrada no mercado de trabalho.

O Criança Esperança é reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como modelo internacional na divulgação e preservação dos princípios da Declaração Universal dos Direitos da Criança. Tanto que, desde 2004, o Órgão das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) é responsável pela seleção, acompanhamento técnico e pela administração financeira do programa. Os contratos com as instituições têm duração de um ano e elas devem prestar contas a respeito da aplicação do dinheiro. Em dezembro, serão divulgados novos projetos a serem apoiados.

(Redação - Agência IN)