Ásia: alta de metais e commodities animam bolsas

REUTERS

HONG KONG - A maior parte das bolsas de valores da Ásia encerrou a segunda-feira em alta, animada por um novo recorde do ouro e pelo aumento dos preços das commodites em geral. O índice MSCI da Ásia Pacífico exceto Japão subia 1,05%, para 411 pontos, às 7h40 (horário de Brasília). A bolsa de Tóquio não operou devido a um feriado.

O ouro atingiu pico a US$ 1.166,42 a onça, se beneficiando de seu status de ativo seguro. O petróleo e o cobre subiam em meio a um dólar fraco e a preocupações sobre oferta.

O mercado de Hong Kong teve alta de 1,41%, para 22.771 pontos, e em Xangai houve elevação de 0,92%, para 3.338 pontos, no maior fechamento em três meses e meio.

O mercado chinês foi impulsionado também pela perspectiva de que o país manterá sua política monetária afrouxada em 2010, depois de Yu Bin, pesquisador de um instituto do governo, dizer que Pequim não devem fazer grandes ajustes em sua postura no ano que vem e que o crescimento deste ano deve ser de 8,5%.

O mercado de Sydney subiu 0,67%, a 4.717 pontos. As empresas do setor de ouro Newcrest Mining e Lihir Gold ganharam mais de 3%. Os papéis da mineradora Rio Tinto tiveram alta de 3,6%.

Em Cingapura, houve ganho de 1,32%, a 2.797 pontos. Já a bolsa de Coreia do Sul teve variação negativa de 0,10%, a 1.619 pontos, abatida pelas perdas nos setores de tecnologia e automóveis.