Payroll traz instabilidade aos negócios e Ibovespa cai 0,6%

SÃO PAULO, 6 de novembro de 2009 - A divulgação de dados sobre o mercado de trabalho norte-americano levou instabilidade aos mercados acionários. Nos Estados Unidos, as bolsas já abriram em queda e no Brasil o Ibovespa virou após o conhecimento dos números. Há pouco, o índice acionário da BM&FBovespa caía 0,61%, aos 64.418 pontos. O giro financeiro da bolsa estava em R$ 2,48 bilhões.

O Departamento do Trabalho dos Estados Unidos informou hoje a taxa de desemprego subiu para 10,2% em outubro deste ano, ante um percentual de 9,8% no mês anterior. Os analistas previam um avanço para 9,9%.

Na mesma direção, o número de vagas cortadas nos Estados Unidos também não agradou os agentes. Em outubro houve uma eliminação de 190 mil postos de trabalho, refletindo a situação do setor de bens de produção (-129 mil) e de construção civil (-62 mil).

O mercado acompanhou ainda que os estoques no atacado norte-americano, excluindo manufatura, caíram 0,9% em setembro de 2009, com ajustes sazonais, na comparação com o mês anterior. O volume total de estoques foi de US$ 377,7 bilhões em setembro.

No âmbito corporativo, os investidores acompanharam o resultado trimestral da American International Group (AIG). A seguradora norte-americana lucrou US$ 455 milhões (US$ 0,68 por ação) no terceiro trimestre deste ano, revertendo a perda de US$ 24,4 bilhões (US$ 181,02 por ação) apurada no mesmo período de 2008.

No Brasil, os agentes financeiros repercutiram a temporada de balanços corporativos. A Lojas Americanas (LAME4) teve lucro R$ 36,5 milhões entre julho e setembro deste ano, enquanto que no mesmo período de 2008 houve ganho de R$ 6,66 milhões. Com isso, as ações preferenciais da companhia figuram entre as maiores altas do Ibovespa, com ganhos de 4,88%.

Na outra ponta estão os papéis ordinários da B2W, com decréscimos de 5,21%. A varejista obteve lucro líquido de R$ 13,4 milhões no terceiro trimestre deste ano, mostrando declínio de 38% ante os mesmos meses de 2008, que registrara R$ 21,8 milhões.

Também foi de conhecimento do mercado que a Vale e a Usiminas assinaram contratos para o transporte de 10,1 milhões de toneladas de insumos e produtos acabados por ano. Instantes atrás, as ações preferenciais da Vale caíam 0,90% e as da Usiminas subiam 0,95%.

Além disso, os investidores também tomaram conhecimento que o tráfego doméstico de passageiros da GOL cresceu 46,9% em outubro deste ano, ante o mesmo mês do ano passado. Há pouco, as preferenciais da companhia se destacavam na bolsa, com crescimento de 1,54%.

(Déborah Costa - Agência IN)