Exportações de café atinge 2,8 milhões de sacas

SÃO PAULO, 6 de novembro de 2009 - O Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé) informou hoje que, no mês de outubro, as exportações brasileiras de café alcançaram um total de 2.787.996 de sacas, correspondendo a uma receita de US$ 414,9 milhões. Em relação a outubro de 2008, o volume de sacas vendidas foi 9,3% menor. Entretanto, no acumulado do ano, o país exportou 25.152.265 sacas, crescimento de 8% em relação às 23.309.500 de sacas comercializadas entre janeiro e outubro de 2008.

Por sua vez, o café tipo arábica foi o responsável por 87% das vendas de janeiro a outubro, seguido do solúvel, com 9%, e do robusta, com 4%. Os principais mercados compradores do produto brasileiro nesse mesmo período foram Europa (com 55%), América do Norte (com 22%), Ásia (com 17%) e América do Sul (com 4%).

O balanço do Cecafé aponta que os principais portos de embarque do produto continuam sendo Santos, com uma participação de 71,8% do total embarcado; Vitória, com 15,8% dos embarques; e Rio de Janeiro, com 10,1%. Os principais países compradores do café brasileiro no acumulado do ano foram a Alemanha (5 milhões de sacas), Estados Unidos (4,8 milhões de sacas), Itália (2 milhões de sacas), Japão (1,8 milhão de sacas) e Bélgica (1,7 milhão de sacas).

No acumulado dos últimos 12 meses, o Brasil vendeu 31.341.855 sacas de café, resultando em uma receita de US$ 4,4 bilhões.

(Redação - Agência IN)