Pré-sal: decisão sobre a partilha é adiada para segunda-feira

Jornal do Brasil

BRASÍLIA -

A polêmica sobre a distribuição dos royalties do petróleo forçou novamente a comissão especial que analisa o projeto de lei do regime de partilha da exploração da camada pré-sal a adiar a votação do parecer do deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

Se persistir a falta de acordo, há a possibilidade de o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), enviar os relatórios diretamente ao plenário.

Os projetos que criam o fundo social e a Petro-Sal foram aprovados pelas suas respectivas comissões especiais ante-ontem e seguiram para o plenário da Casa. Um acordo entre os líderes definiu que os projetos sobre as novas regras do setor começariam a ser apreciados pelo plenário da Câmara a partir da terça-feira.