Dólar continua enfraquecido e cai pelo 3º dia frente ao real

SÃO PAULO, 5 de novembro de 2009 - Apesar da volatilidade no mercado de moedas, o dólar assumiu trajetória de queda desde a abertura do dia. Após flutuar entre R$ 1,73 e R$ 1,72, a moeda norte-americana recuou 0,63% no fim do dia, vendida a R$ 1,722. Esta é a terceira queda consecutiva.

Segundo Alex Agostini, economista-chefe da Austin Consultoria, o dólar tende a continuar perdendo espaço para seus principais pares, enquanto a economia dos Estados Unidos não apresentar sinais mais consistentes de recuperação. Nesta quinta-feira, a economia norte-americana produziu números favoráveis, mas insuficientes para reverter o processo de desvalorização do dólar.

Os novos pedidos de auxílio-desemprego recuaram 20 mil na semana encerrada dia 31 de outubro, já com ajustes sazonais, passando de 532 mil para 512 mil solicitações. Já a produtividade do trabalhador não agrícola registrou crescimento de 9,5% no terceiro trimestre deste ano - maior ganho desde o terceiro trimestre de 2003 (+9,7%).

"Nas últimas semanas, a economia norte-americana parece estar passando por uma montanha russa, se considerado o preço dos ativos", avalia os analistas da Ativa Corretora. Segundo eles, a recuperação é lenta e gradual, impulsionada fortemente pelos pacotes do governo que movimentou boa parte do setor industrial. "A recuperação da economia está mais incerta do que parece, visto que a formação de empregos ainda está muito aquém dos patamares necessários para uma retomada saudável", avaliam.

(Simone e Silva Bernardino - Agência IN)