CDB prefixado para 362 dias fecha a 9,35% ao ano

SÃO PAULO, 4 de novembro de 2009 - As taxas dos Certificados de Depósito Bancário (CDBs) prefixados encerraram o pregão apontando juro de 8,15% ao ano para aplicações de 30 dias. Para 61 dias, a remuneração foi de 8,15% ao ano. Para 90 dias, fechou a 8,15% ao ano. Já para 120 dias, a taxa ficou em 8,20% ao ano.

Para 180 dias, a remuneração chegou a 8,40%; para 362 dias, a taxa ficou em 9,35%; e para 720 dias, a taxa encerrou em 10,95%. Já nas operações de CDBs pós-fixados, as instituições apresentaram taxas de 70% a 105% do Certificado de Depósito Interbancário (CDI).

As aplicações de CDBs prefixados com volume entre R$ 1 mil e R$ 4.999,99, com prazo de 30 dias, apresentaram taxa entre 6% a 8,65% ao ano. Para operações superiores a R$ 50 mil, a taxa variou de 9,90% a 11,40% ao ano, de acordo com a sondagem realizada pela Brasil Mídia Digital com seis instituições financeiras.

As taxas acima servem apenas como parâmetro, pois cada instituição financeira analisa prazo, volume da operação e o perfil do cliente. Essas taxas são brutas, ou seja, não embutem o Imposto de Renda (IR). Nos investimentos em CDB, o IR é cobrado sobre o ganho da operação no vencimento do título ou no resgate.

(Elaine Cristina Adriano - Agência IN)