Taxas dos contratos de DI apontam queda na BM&FBovespa

SÃO PAULO, 3 de novembro de 2009 - As projeções de juros embutidas nos contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) abrem sinalizando queda. Há pouco, contrato de DI de julho deste ano projetava juro de 9,12%, ante 9,16% do ajuste de sexta-feira. O DI de janeiro de 2011 indicava taxa de 10,27%, frente aos 10,34% do último fechamento. O DI de janeiro de 2012 registrava juro de 11,57%, ante 11,61% da véspera.

Nesta manhã foi divulgado o boletim Focus, segundo do documento, a estimativa para o desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano ficou estável, com avanço de 0,18%. Há quatro semanas, era projetado crescimento de 0,01%.

Para 2010, a expectativa positiva também manteve-se inalterada em 4,80%. Os analistas apostam ainda na taxa básica de juros (Selic) em 8,75% ao ano, em 2009; com avanço para 10,50% em 2010.

A estimativa de inflação (IPCA) teve leve baixa de 0,02 ponto percentual, para 4,27% neste ano. Na mesma direção, para 2010, o índice recuou de 4,50%, para 4,45%.

(Maria de Lourdes Chagas - Agência IN)