Dólar segue em alta, mas reduz ritmo após balança

SÃO PAULO, 3 de novembro de 2009 - O dólar comercial segue em trajetória de alta, mas reduz a intensidade vista nas primeiras ofertas. Há pouco, a moeda norte-americana subia 0,51%, comprada a R$ 1,764 e vendida a R$ 1,766.

Os investidores assimilam nesta manhã os números da balança comercial brasileira em outubro. No mês passado, o saldo ficou superavitário em US$ 1,328 bilhão, com as exportações na ordem de US$ 14,082 bilhões e as importações em US$ 12,754 bilhões. No ano, a balança acumula saldo positivo de US$ 22,599 bilhões, sendo US$ 125,879 bilhões em exportações e US$ 103,280 bilhões em importações. Neste período, a corrente do comércio alcançou US$ 229,159 bilhões.

No turismo, a moeda dos Estados Unidos era negociada a R$ 1,68 na compra e a R$ 1,82 na venda, enquanto que no traveller check trocava de mãos entre R$ 1,71 e R$ 1,81. No paralelo, as trocas ocorriam entre R$ 1,87 e R$ 1,97. A taxa de risco-País subia aos 240 pontos.

(Simone e Silva Bernardino - Agência IN)