Mais 123 mil vagas temporárias no fim do ano

Agência Brasil

RIO - Faltando menos de dois meses para as festas de fim de ano, as oportunidades de trabalho para atender a demanda do comércio começam a surgir. A temporada 2009 deve oferecer 123 mil vagas em todo o país, principalmente no Rio de Janeiro e em São Paulo. O resultado supera o número de vagas criadas na mesma temporada no ano passado (115 mil), segundo pesquisa da Associação Brasileira das Empresas de Serviço Tercerizados e Trabalhos Temporários (Asserttem). Outro resultado, porém, não é tão positivo na comparação: se em 2008, 28% continuaram em seus trabalhos depois da alta temporada, a pesquisa prevê que 17% dos temporários permaneçam com emprego no ano que vem.

A estudante Alessandria dos Santos Oliveira, 19 anos, está terminando o ensino médio e já começou a distribuir currículos.

Esta é a melhor época para arrumar um trabalho. Vou tentar o comércio, lojas de rua e depois os shopping.

A pesquisa da Asserttem mostra que as lojas de departamento serão responsáveis por 17% das contratações; supermercados vão abrir 16% das vagas. A diretora de comunicação da entidade, Jismalia Oliveira Alves, diz que as lojas de rua vão liderar as conntratações no setor, com 21%.

Este ano as contratações devem ser 7% maiores que no ano passado.

Uma das maiores redes do ramo, o Magazine Luiza abriu 833 vagas para vendedores de brinquedos e 164 para diversos cargos no centro de distribuição da empresa, na cidade de Louveira (SP). Jismalia explica que a maioria dos cargos é para vendedores, atendentes, fiscais de loja e que 27% das vagas são reservadas para quem, como Alessandria, procura o primeiro emprego a partir dos 18 anos:

Trabalhos de Papai Noel e Mamãe Noel são boas oportunidades para os idosos voltarem ao mercado. Estimamos que 11,5% das vagas são para esse público.

Mas as oportunidades não estão apenas nas grandes empresas. Proprietário de um pequeno mercado na zona norte de São Paulo, Marcio Barbosa Caldas já começou a contratar para atender a demanda de final de ano.

Estendemos o horário de funcionamento do mercado, criamos um novo turno e estamos precisando de funcionários disse ele, que já contratou duas pessoas e tem planos de continuar admitindo até dezembro.

De norte a sul o país contrata-se também para atender a demanda dos turistas. Para reproduzir o clima frio do Polo Norte, o parque temático Aldeia do Papai Noel, em Gramado (RS), terá quase o dobro dos funcionários do local nos meses de outubro, novembro e dezembro, época em que aumenta consideravelmente o número de visitantes.

Em Fortaleza (CE), 350 pessoas foram contratadas para trabalhar no Beach Park até fevereiro, quando termina a alta temporada de férias de verão. No ano passado, o parque teve 310 trabalhadores temporários no período.

Além de garantir um extra para o final do ano, as vagas temporárias podem ser o começo de uma carreira, como explica a psicóloga organizacional e consultora de carreiras Renata Sosvianin.

Um emprego temporário é uma porta de entrada porque ali se adquire experiência, amplia sua rede de contatos e quando a pessoa desempenha bem a sua função, pode ser efetivada.