Governo deve gastar R$ 90 bilhões em obras até abril

Portal Terra

BRASÍLIA - O governo federal deve gastar até abril de 2010, R$ 90 bilhões em compras e licitações para a a realização de grandes obras. A data é o limite imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal, que proíbe grandes contratos com empresas no fim do mandato. As informações são do jornal folha de S. Paulo deste domingo.

Os contratos para a construção da usina elétrica de Belo Monte, o trem bala - que ligará São Paulo e Rio de Janeiro -, a compra de caças, a ampliação da ferrovia Norte-Sul e uma nova concessão para os serviços de telefonia celular devem ser firmados até a data limite, segundo afirma a Folha.

O valor pode achegara a R$ 130 bilhões, caso sejam incluídos no montante, contratos firmados pela Petrobras, para a aquisição de sondas de perfuração, e pela Transpetro, para o fornecimento de 16 navios.

De acordo com a Folha o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer tomar importantes decisões estratégicas para o País definindo preços e escolhendo empresas privadas que realizarão obras, que podem levar até uma década para serem concluídas.

Os desafios para alcançar estes objetivos são, além da data limite imposta pela lei, as contestações feitas pelo Tribunal de Contas da União e Ministério Público, quanto as obras do governo.