Fundo de aposentadoria da Sabesp teria rombo de R$ 530 mi

Portal Terra

PORTAL TERRA - O fundo de pensão dos funcionários da Sabesp teria um déficit de R$ 530 milhões para garantir a aposentadoria e benefícios dos cerca de 20 mil contribuintes, segundo informou nesta sexta-feira o jornal Valor Econômico, que obteve um documento enviado pela Secretaria de Previdência Complementar à Sabesprev.

O valor é quase metade do patrimônio líquido do fundo, de R$ 1,1 bilhão, e na prática quer dizer que a empresa não tem dinheiro suficiente para cumprir todos os contratos até a morte do último dos beneficiários. Segundo o órgão que fiscaliza os fundos de pensão, a estimativa é que o rombo alcance R$ 1 bilhão em cinco anos, se nada for feito.

Segundo a publicação, a Sabesp enviou em 29 de setembro uma proposta para equilibrar as contas. A assesoria da empresa informou que tem obrigação de arcar com apenas 48,1% do déficit.

Para o presidente da Sabesprev, José Sylvio Xavier, a culpa do rombo é da expectativa de vida dos participantes, que aumentou sete anos desde 1991 quando o plano foi montado.