Resultados corporativos impulsionam índices em Wall Street

SÃO PAULO, 22 de outubro de 2009 - Após operarem em direções opostas durante toda a sessão, as principais praças acionárias dos Estados Unidos firmaram tendência e encerraram o dia em alta, refletindo dados econômicos e balanços corporativos. O Dow Jones subiu 1,33%, para os 10.081 pontos; o Nasdaq ganhou 0,68%, para os 2.165 pontos; e o S&P 500 avançou 1,06%, para os 1.092 pontos.

"O que pesou mais nas bolsas norte-americanas foram os resultados corporativos, que ajudaram a ditar o rumo dos negócios", afirmou Miguel Daoud, diretor da Global Financial Advisor.

Entre os balanços que agradaram os investidores estão a Xerox, que registrou lucro líquido de US$ 129 milhões no terceiro trimestre, queda de 52% em relação a igual época do ano passado; a 3M, que obteve um lucro líquido de US$ 957 milhões, com declínio de 3,4% na mesma base de comparação; e o McDonald's, que lucrou US$ 1,26 bilhão, com expansão de 5,8%.

Os agentes acompanharam ainda que a AT&T registrou lucro líquido de US$ 3,27 bilhões no terceiro trimestre de 2009, recuo de apenas 0,4% em relação ao mesmo período do ano passado. Já a Dow Chemical reportou lucro atribuível à companhia de US$ 796 milhões no terceiro trimestre deste ano, com acréscimo de 85% ante mesmo período do ano passado.

Quanto aos indicadores, o Conference Board informou hoje que o índice que avalia os indicadores antecedentes apresentou crescimento de 0,1% em setembro de 2009, quando comparado com o mês anterior. Por sua vez, os novos pedidos de auxílio-desemprego cresceram 11 mil na semana encerrada dia 17 de outubro, para 531 mil solicitações no período em análise.

(Redação - Agência IN)