Ministro não vê problemas em venda da GVT

REUTERS

REUTERS - Uma possível aquisição da GVT ampliaria a competição e não levantaria preocupações antitruste, disse nesta terça-feira o ministro das Comunicações, Hélio Costa.

O grupo francês Vivendi e a espanhola Telefónica, esta por meio da unidade brasileira Telesp, realizaram ofertas pela GVT.

Costa também disse que o governo brasileiro está trabalhando para realizar dois leilões de frequência de telefonia no primeiro trimestre do ano que vem.