GP-M desacelera alta com estabilidade do varejo e do atacado

REUTERS

RIO - A inflação pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) desacelerou significativamente no começo deste mês, refletindo estabilidade de custos no atacado e no varejo. O indicador teve variação positiva de 0,04% na segunda prévia de outubro, ante alta de 0,41% em igual período de setembro, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV), nesta terça-feira.

Economistas consultados pela Reuters previam uma leitura de 0,09%. A faixa de prognósticos foi de 0,03% a 0,10%.

Entre os componentes do IGP-M, o Índice de Preços por Atacado (IPA) registrou oscilação positiva de 0,02% agora, ante alta anterior de 0,55%.

O IPA agrícola declinou 1,05% nesta leitura, ante alta anterior de 0,29%. O IPA industrial avançou 0,37%, contra alta de 0,63% na segunda prévia de setembro.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) teve variação positiva de 0,03% na segunda leitura deste mês, ante elevação de 0,25% na anterior.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) subiu 0,13% agora, após cair 0,04% antes.

No ano, o IGP-M acumula queda de 1,57% e, nos últimos 12 meses, baixa de 1,32%.

O IGP-M da segunda prévia do mês mediu os preços de 21 de setembro a 10 de outubro.