IPC-Fipe e Focus centram atenção no mercado de renda fixa

SÃO PAULO, 19 de outubro de 2009 - A semana começa com os agentes financeiros monitorando o resultado do Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe) e o boletim Focus. Diante de uma agenda mais fraca as projeções de juros embutidas nos contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) operam com estabilidade no curto prazo e avanço nos vencimentos mais longos. Instantes atrás, o contrato de DI com vencimento em janeiro de 2011, apontava taxa anual de 10,43%, estável em relação último ajuste. O DI de janeiro de 2012 projetava juro de 11,67%, contra 11,59% do fechamento anterior.

Pela manhã foi informado que o IPC-Fipe teve variação de 0,09% na segunda quadrissemana de outubro, inferior ao índice da primeira prévia do mês, que foi de 0,12%. O resultado veio abaixo das previsões do mercado.

Outro dado acompanhado pelos analistas foi o boletim focus revelando que a estimativa para o desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano avançou de 0,10% para 0,12%. Há quatro semanas, era projetado crescimento nulo. Para 2010, a expectativa positiva manteve-se inalterada em 4,80%.

Já a estimativa de inflação teve leve alta. A projeção para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passou de 4,29% na semana passada, para 4,30%. Para o próximo ano, o índice também teve elevação de 1 ponto percentual, para 4,41%.

Nesta semana em que acontece a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), o boletim Focus mostrou que analistas do mercado financeiro apostam na manutenção da taxa básica de juros (Selic), em 8,75% ao ano. Entretanto, eles aumentaram pela quarta vez seguida a estimativa para a Selic ao final de 2010. A previsão passou de 10,25% ao ano para 10,50% ao ano.

Para a reunião do Copom desta semana Ativa Corretora também estima manutenção da Selic, no entanto, a corretora ressalta que deve-se prestar especial atenção para as perspectivas da autoridade monetária quanto ao desempenho esperado da economia.

(Maria de Lourdes Chagas - Agência IN)