Governo deve autorizar debêntures de bancos esta semana

REUTERS

BRASÍLIA - O governo deve aprovar ainda esta semana autorização para que os bancos emitam debêntures, informou à Reuters uma fonte do Ministério da Fazenda nesta segunda-feira.

Com o novo instrumento, hoje restrito a empresas não-financeiras, as instituições terão uma alternativa de captação a prazos mais longos no mercado doméstico.

Com isso, o governo espera aumentar a oferta de crédito, reduzir spreads e diminuir a necessidade de os bancos emitirem papéis no exterior, afirmou a fonte, que pediu para não ser identificada.

- Vamos liberar as debêntures bancárias, deve ser esta semana - afirmou, acrescentando que a medida requer aprovação do Conselho Monetário Nacional (CMN).

Renato Oliva, presidente da Associação Brasileira de Bancos (ABBC), afirmou que o setor vê "com muito bons olhos" a liberação das debêntures bancárias, que permitirá às instituições alongarem suas captações em linha com o aumento da demanda por empréstimos de mais longo prazo.

- Nos últimos meses, as operações ativas evoluíram bem. Isso provocou alongamento de prazos, por causa da maior confiança do empresário em relação ao futuro - afirmou Oliva. - Carecemos de linhas de captação que casem com essa demanda.

Atualmente, as capitalizações dos bancos no mercado doméstico são feitas principalmente via Certificado de Depósito Bancário.

Márcio Nakane, economista da consultoria Tendências, avalia que haverá demanda no mercado pelo novo papel.

- O mercado está bem favorável a emissões de uma forma geral e, em particular, o setor bancário é sempre bem atrativo - afirmou.