Para Soros, atual arranjo cambial está repleto de perigos

REUTERS

REUTERS - O bilionário investidor George Soros avaliou que os atuais "arranjos cambiais" estão repletos de perigos, e que o mundo precisa de uma regulamentação global.

Soros, que dirige o hedge fund Soros Fund Management e se tornou conhecido pelas pesadas apostas no mercado cambial, afirmou que o dólar deveria se desvalorizar em relação ao iuan para permitir que os Estados Unidos reduzam o déficit em conta corrente.

Mas ele ponderou que, como o iuan está atrelado ao dólar, a moeda chinesa fica constantemente muito baixa, permitindo que o dólar naufrague em relação às outras principais moedas globais.

Neste ano, o dólar já perdeu cerca de 7% do valor ante uma cesta com as principais moedas. Soros, que lucrou US$ 1 bilhão em 1992 ao apostar contra a libra esterlina, disse que a atual organização do mercado de câmbio "está cheia de perigos".

Ele afirmou que a globalização dos mercados financeiros foi construída sobre uma "falsa premissa" de que os mercados poderiam ser deixados com seus próprios mecanismos, e completou que é preciso haver uma regulamentação global.

- Esse é um tremendo desafio - disse Soros em um evento patrocinado pela revista Economist na Bolsa de Valores de Nova York na quinta-feira.