Veículos e supermercados puxam vendas no varejo

REUTERS

RIO DE JANEIRO - As vendas no varejo brasileiro cresceram um pouco mais que o esperado em agosto, acumulando quatro meses seguidos de expansão na comparação mensal.

As vendas subiram 0,7 por cento em agosto ante julho e avançaram 4,7 por cento sobre igual mês de 2008, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira.

Economistas consultados pela Reuters previam um crescimento mês a mês de 0,6 por cento e uma alta de 4,2 por cento ante 2008.

Na comparação com julho, as vendas cresceram em 5 das 10 atividades, com destaque para Veículos e motos, partes e peças (2,5%); Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (1,4%) e Material de construção (1,1%).

Sobre agosto de 2008, 6 dos 8 setores pesquisados tiveram aumento de vendas. Os principais foram Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (8,5%) e Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (14,9%).

O IBGE acrescentou que a receita nominal do comércio cresceu 0,8 por cento em agosto ante julho, também no quarto mês de alta, e aumentou 8 por cento sobre igual mês de 2008.