Mais um funcionário da France Telecom comete suicídio

SÃO PAULO, 15 de outubro de 2009 - Mais um funcionário da France Telecom, um engenheiro de 48 anos, se suicidou nesta quinta-feira em Lannion (noroeste da França), elevando a 25 o número de trabalhadores da gigante francesa das telecomunicações que tiraram a própria vida desde fevereiro de 2008, informou a direção da empresa.

O empregado, que estava de licença médica há um mês, se enforcou em sua casa na Bretanha.

Na terça-feira, em Marselha, outro funcináriio da France Telecom, um homem de 54 anos, também de licença médica, tentou se enforcar, mas não conseguiu.

No final de setembro, outro funcionário se atirou debaixo dos carros em uma rodovia no leste da França.

Os sindicatos atribuem a onda de suicídios ao estresse causado pela gestão empresarial e as condições de trabalho na France Telecom.

A direção da empresa anunciou ao ministro francês do Trabalho, Xavier Darcos, sua intenção de tentar deter esta espiral de suicídios.

Entre as medidas propostas, estariam o aumento do número de médicos na empresa e das equipes de recursos humanos, além da disponibilização aos funcionários de psicólogos externos, negociações com os sindicatos sobre o contrato social e uma formação profissional mais intensa para a evolução tecnológica.

A France Telecom tem 100 mil funcionários na França. O Estado controla 26,7% do capital da empresa, que em 2008 registrou um lucro líquido superior a ? 4 bilhões.

(Redação com agências internacionais - Agência IN)