Indústria de contêineres deve perder US$ 20 bi em 2009

SÃO PAULO, 15 de outubro de 2009 - A indústria de contêineres deverá sofrer um prejuízo de US$ 20 bilhões neste ano. A afirmação foi feita hoje por Julian Thomas, diretor-superintendente da Aliança Navegação e Logística.

No entanto, o executivo avaliou que mesmo assim existem algumas medidas que podem auxiliar as empresas para que a perda não seja tão forte. "Uma das grandes medidas é cancelar pedidos, com objetivo de reduzir a sobre-oferta", disse Thomas.

Outra alternativa, que inclusive foi adotada pela companhia, é diminuir a velocidade de alguns navios em operação, uma vez que reduz o combustível e consequentemente os custos. "Além disso, essa medida também é benéfica para o meio ambiente", considera o diretor-superintendente da Aliança Navegação e Logística, lembrando que o combustível representa atualmente cerca de 60% dos custos fixos.

Thomas afirmou ainda que o ramo de contêiner está passando por sua pior fase em 40 anos de história. "No entanto, para 2010 as perspectivas em relação ao volume mundial transportado de contêineres são mais otimistas, com mera expectativa de crescimento em torno de 2,2% ante o ano anterior", completou.

(Déborah Costa - Agência IN)