Indicador aponta crescimento de 3,9% em setembro

SÃO PAULO, 15 de outubro de 2009 - A inadimplência do consumidor registra em setembro crescimento de 3,9%, em relação a igual mês do ano anterior. Esta é a menor variação anual desde junho de 2008 (7,1%), cerca de três meses antes do início da crise econômica mundial.

Segundo o Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor, a recuperação econômica mostra que a inadimplência está retornando ao período antes da crise, quando o País apresentava elevado crescimento econômico.

Na relação mensal, setembro contra agosto de 2009, a inadimplência do consumidor caiu 1,7%, registrando a segunda queda mensal consecutiva. Este resultado aponta que, mês a mês, a recuperação da economia vem se consolidando.

De acordo com os analistas da Serasa Experian, a queda dos juros, a recuperação do emprego formal e da massa de rendimentos e a renegociação de dívidas estão dando a oportunidade para o consumidor reorganizar sua situação financeira.

Já na comparação entre os períodos acumulados de janeiro a setembro 2009/2008, o indicador apontou crescimento de 8,9%, representando a segunda menor alta em 2009. A atual trajetória de redução da taxa de desemprego e a atividade econômica em expansão deverão continuar determinando quedas contínuas da inadimplência do consumidor, segundo os analistas.

(MLC - Agência IN)