EUA cortam 263 mil vagas em setembro, taxa de desemprego avança

REUTERS

WASHINGTON - Empregadores norte-americanos fecharam 263 mil postos de trabalho em setembro, mais que o esperado, elevando a taxa de desemprego para 9,8%, mostrou um relatório do governo divulgado nesta sexta-feira, que incitou temores de que a fraqueza do mercado de trabalho pode arruinar a recuperação econômica.

O Departamento de Trabalho informou que a taxa de desemprego foi a mais alta desde junho de 1983 e que o número de empregos caiu pelo vigésimo primeiro mês consecutivo.

Analistas consultados pela Reuters previam que os cortes caíssem para 180 mil em setembro e que a taxa de desemprego subisse para 9,8%, contra 9,7% no mês anterior.

O governo também revisou as demissões de julho e agosto para mais 13 mil cortes do que o inicialmente divulgado.